RSS

Arquivo da categoria: DIREITOS HUMANOS

8 de março – Dia Internacional da Mulher

O dia 08 de março é dedicado à comemoração do Dia Internacional da Mulher. Esta data anualmente tem sido marcada por reflexões sobre a trajetória da luta feminista e pelo reconhecimento de que há conquistas importantes a serem comemoradas, mas permanece a necessidade de lutarmos para que a
igualdade social entre homens e mulheres transforme-se em realidade concreta. Neste sentido, o conhecimento da situação em que se encontram as mulheres é condição primeira na nossa estratégia de luta.

História do 8 de março

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos situadas na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho. A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem as mulheres que morreram na
fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em março 8, 2012 em DIREITOS HUMANOS

 

Tags: , , , ,

Parabéns a todas as mulheres!

Dia Internacional da Mulher

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 8, 2011 em DIREITOS HUMANOS

 

Tags: ,

OS ESTATUTOS DO HOMEM

( Thiago de Melo )

 

ARTIGO I Fica decretado que agora vale a verdade, que agora vale a vida,e que de mãos dadas, trabalharemos todos pela vida verdadeira.

ARTIGO II Fica decretado que todos os dias da semana, inclusive as terças-feirasmais cinzentas, têm direito a converter-se em manhãs de Domingo.

ARTIGO III Fica decretado que, a partir desse instante, haverá girassóis em todas as janelas,que os girassóis terão direito a abrir-se dentro da sombra; e que as janelas devem permanecer,o dia inteiro, abertas para o verdem onde cresce a esperança.

ARTIGO IV Fica decretado que o homem não precisará nunca mais duvidar do homem.Que o homem confiará no homem como a palmeira confia no vento, como o vento confia no ar, como o ar confia no campo azul do céu.

PARÁGRAFO ÚNICO O Homem confiará no Homem como um Menino confia em outro Menino.

ARTIGO V Fica decretado que os homens estão livres do jugo da mentira. Nunca mais serápreciso usar a couraça do silêncio nem a armadura das palavras. O homem se sentaráà mesa com seu olhar limpo porque a verdade passará a ser servida antes da sobremesa.

ARTIGO VI Fica estabelecida, durante dez séculos, a prática sonhada pelo profeta Isaías,e o lobo e o cordeiro pastarão juntos e a comida de ambos terá o mesmo gosto de aurora.

ARTIGO VII Por decreto irrevogável fica estabelecido o reinado permanente da justiça e daclaridade, e a alegria será uma bandeira generosa para sempre desfraldada na alma do povo.

ARTIGO VIII Fica decretado que a maior dor sempre foi e será sempre não poder dar-seamor a quem se ama e saber que é a água que dá à planta o milagre da flor.

ARTIGO IX Fica permitido que o pão de cada dia tenha no homem o sinal de suor.Mas que sobretudo tenha sempre o quente sabor da ternura.

ARTIGO X Fica permitido a qualquer pessoa, a qualquer hora da vida, o uso do traje branco.

ARTIGO XI Fica decretado, por definição, que o homem é um animal que ama eque por isso é belo, muito mais belo que a estrela da manhã.

ARTIGO XII Decreta-se que nada será obrigado nem proibido. Tudo será permitido, inclusivebrincar com os rinocerontes e caminhar pelas tardes com uma imensa begônia na lapela.

PARÁGRAFO ÚNICO Só uma coisa fica proibida: amar sem amor.

ARTIGO XIII Fica decretado que o dinheiro não poderá nunca mais comprar o sol dasmanhãs vindouras. Expulso do grande baú do medo, o dinheiro se transformará emuma espada fraternal para defender o direito de cantar e a festa do dia que chegou.

ARTIGO FINAL Fica proibido o uso da palavra LIBERDADE, a qual será suprimida dos dicionáriose do pântano enganoso das bocas. A partir deste instante a LIBERDADE será algo vivo etranaparente como um fogo ou um rio, ou como a semente do trigo, e a sua morada será sempre ocoração do homem.

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 25, 2011 em DIREITOS HUMANOS

 

Tags: , , , , , , ,

Mulheres enfrentam os desafios do trabalho e do dia a dia

Reportagem do Jornal da Record, veiculada no Dia Internacional da Mulher (08.03), contando com uma breve participação minha. Clique aqui para assistir.

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 13, 2010 em DIREITOS HUMANOS

 

Tags: , , , ,

Campanha alerta contra o tráfico de mulheres

Campanha

Uma campanha do Ministério da Justiça está nas ruas de dez grandes cidades para alertar contra um crime tão grave quanto o tráfico de drogas, mas que o público ainda não percebe como um crime grave e muito lucrativo: o tráfico de pessoas. Além de publicidade e folhetos, serão usadas imagens planejadas para causar surpresa em aeroportos, rodoviárias e shoppings.

Por exemplo, cubos com a imagem de uma mulher aprisionada, circularão nas esteiras de bagagem de 11 aeroportos brasileiros. A idéia é surpreender e chamar a atenção para a realidade do tratamento dado às vítimas. Haverá também instalações com a imagem em vídeo de uma atriz presa num caixote, em tamanho natural, que irá bater numa parede de vidro, de modo a mostrar o drama do cárcere privado.

Repressão – Nos últimos 20 anos, a Polícia Federal (PF) instaurou cerca de 800 inquéritos envolvendo o tráfico de pessoas. O aumento no número de casos passou a ser substancial a partir do ano 2000, piorando com o passar dos anos e demonstrando claramente – pelo alto faturamento das quadrilhas – ser um dos males do século 21. O estado de Goiás desponta como o líder no ranking, com 147 inquéritos – maior do que São Paulo (99). Os números refletem também uma ação mais efetiva do governo no combate a essa prática criminosa.

A iniciativa inclui medidas que visam cortar o fluxo financeiro das organizações criminosas. E isso, pode ser feito via cooperação jurídica, que possibilita o bloqueio do dinheiro que elas ganham. Sem liquidez e o retorno do lucro, as organizações ficam engessadas.

O combate ao tráfico de pessoas integra os projetos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), lançado em 2007.

As ações de propaganda estão previstas para o Rio de Janeiro, Recife, São Paulo, Goiânia, Salvador, Fortaleza, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília e Belém.

Cartazes – Também são destaques cartazes (totens) com material informativo em pontos de grande circulação de transeuntes e a aplicação de adesivos nos espelhos dos banheiros, incentivando a denúncia. Nos balcões das companhias aéreas haverá uma quantidade enorme de “displays” e folhetos informativos.

Principais vítimas são adolescentes e mulheres

O tráfico de pessoas é considerado uma das atividades criminosas mais lucrativas do mundo e movimenta e US 31,6 bilhões por ano, com um impacto econômico comparável ao tráfico de drogas e de armas. É um crime oportunista, que se aproveita da miséria e do desconhecimento. A maioria das vítimas está inserida em grupos vulneráveis, que, na falta total de alternativas de sobrevivência em seus locais de origem e com a promessa de melhores salários, se tornam presas ideais.

Segundo Pesquisa do escritório da ONU contra Drogas e Crime (UNODC), realizada em 115 países e publicada em 2009, as principais vítimas brasileiras são adolescentes e mulheres, em sua maioria para prostituição.

Editado pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Nº 984 – Brasília, 11 de Fevereiro de 2010

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 2, 2010 em DIREITOS HUMANOS

 

Tags: , , , , , , , , , ,

10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos

Todos nós sabemos que ver uma criança vivendo na rua, um doente sem tratamento médico, uma pessoa sendo maltratada ou alguém passando fome são coisas tristes e muito difíceis de aceitar.

Estas situações são um atentado contra os direitos humanos! Mas o que são direitos humanos? São aqueles direitos que nascem com a pessoa, não importa a raça, a cor, o sexo, a religião ou a nacionalidade.

Mas quando foi criada a Declaração Universal dos Direitos Humanos?

Declaração Universal dos Direitos Humanos foi adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU) no dia 10 de dezembro de 1948. Esta atitude da Organização das Nações Unidas foi uma resposta às crueldades cometidas durante a Segunda Guerra Mundial.

Entre estas crueldades estavam os crimes praticados pelos nazistas, que atingiram judeus, comunistas, ciganos e homossexuais. E também as bombas atômicas lançadas pelos Estados Unidos sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki, matando milhares de pessoas inocentes.

Através da Declaração Universal dos Direitos Humanos, os diversos países se comprometeram a realizar um esforço para eliminar todas as formas de afronta a esses direitos.

O princípio básico desta declaração está colocado logo no começo: “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos”. Muito bom. Baseada neste princípio, a declaração proíbe a escravidão, a tortura e todas as formas de discriminação e violência.

Também proíbe o tratamento desigual entre brancos e negros, entre homens e mulheres. Quando vemos brancos e negros receberem salários diferentes para uma mesma função, por exemplo, sabemos que isto é um desrespeito aos direitos humanos!

A Declaração também diz que todos têm direito à liberdade de expressão, de opinião e de pensamento.

Podemos observar que diversos problemas sociais do nosso país também ferem os direitos humanos, como a fome, a falta de habitação, de saneamento básico, a falta de segurança. Isso faz pensar numa coisa. Não basta às pessoas ter direitos. Estes direitos precisam ser reconhecidos e aplicados.

Pois bem, às vezes pensamos que não podemos fazer nada, mas as coisas não são bem assim. Todos podem lutar pela aplicação dos direitos humanos. Podemos protestar quando vemos um direito sendo violado. Podemos participar mais da vida na nossa escola e na nossa comunidade.

Podemos nos expressar, discutir com nossos colegas, falar com pessoas da nossa família. Existem também muitas associações e entidades que lutam pelos direitos humanos. Quando as pessoas se unem, têm muito mais força para transformar a realidade.

Realmente, dia 10 de dezembro é uma data que vale a pena celebrar!

*Heidi Strecker é filósofa e educadora

(Revista Pedagogia & Comunicação)

 
Deixe um comentário

Publicado por em dezembro 10, 2009 em DIREITOS HUMANOS

 

Tags: , , , , ,

Eventos Dia Internacional dos Direitos Humanos – 10 de dezembro

AGENDA

Data: 10/12/2009 Horário: 10hs
Dia Internacional dos Direitos Humanos
Caminhada em circuito regional, mobilizando aproximadamente 600 mulheres.
Local de partida:
Centro de Cidadania das Mulheres – Capela do Socorro – SP
Promoção/organização: Centro de Cidadania da Mulher – Capela do Socorro – SP

________________________________________________________

Data: 10/12/2009
Encerramento – Pronunciamento de Alaíde Fiúza
Local: Centro de Cidadania da Mulher – Capela do Socorro – SP
Promoção/organização: Centro de Cidadania da Mulher – Capela do Socorro – SP

________________________________________________________
Data: 10/12/2009 Horário: 15h às 19h
Encerramento da Campanha – “Shows com Naipe 07, Ricardo & Moisés, Panelaço, e Abraço Simbólico à Praça”
Local: Praça Rui Barbosa – São José do Rio Preto – SP
Promoção/organização: Secretaria Municipal dos Direitos e Políticas para Mulheres, Pessoa com Deficiência, Raça e Etnia.

________________________________________________________

Data: 10/12/2009 Horário: 19:30 hs
Dia Internacional dos Direitos Humanos (Atividades do CEDHEP)
Palestra: INCLUSÃO SOCIAL, MULHER ENCARCERADA

Palestrante: Sonia Regina A. e Drigo – (Bacharel em direito penal e criminologia – USP, Advogada Criminalista, fundadora do Instituto Terra Trabalho e Cidadania – ITTC, membro do Grupo de Estudos e Trabalho “Mulheres Encarceradas” e do Conselho da Comunidade da VEC da Capital São Paulo)
Local: Centro Pastoral Rua Tibiriçá x Prudente de Moraes – Ribeirão Preto – SP
Promoção/organização: Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Coordenadoria Municipal da Mulher, SEAVIDAS – HCFMRP-USP, CEDHEP, CONEN, Casa da Mulher, Vitória Régia.
Apoio: Secretaria Municipal da Assistência Social; Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto; CRP; CRESS

________________________________________________________

Data: 11/12/2009 Horário: 19 hs
Seminário Implementação da Lei Maria da Penha: um grande desafio.
Palestrante: Deputada Janete Pietá

Local: Câmara Municipal de Jundiaí – Rua Barão de Jundiaí, 128 – Centro – Jundiaí – SP

 
Deixe um comentário

Publicado por em dezembro 10, 2009 em DIREITOS HUMANOS

 

Tags: , , ,